terça-feira, 15 de maio de 2012

Leitura: instrumento indispensável ao ajustamento social





Ler não é apenas decodificar símbolos, é compreender o que se lê. A leitura é algo crucial para o ser humano, pois permite o enriquecimento do vocabulário, melhor desenvoltura na comunicação e ampliação da visão de mundo. Além disso, contribui para o desenvolvimento da criticidade e cognição, bem como melhorias nas condições social e humana.

Quanto mais cedo começa-se a ler, maiores são as chances de tornar-se um leitor assíduo. Para isso, é essencial que haja influência e incentivo de outras pessoas, criando hábitos de leitura. Todavia, o Brasil, lamentavelmente, possui uma cultura de não-leitores. De acordo com a pesquisa realizada pelo Instituto Pró-Livro, em 2008, 45% da população estudada está nesta situação, isso mostra que quase metade da população encontra-se distanciada do meio de comunicação efetiva que proporciona à sociedade descobrir mais sobre si mesma.

A leitura é um meio de inserção social que interfere na formação crítica do ser humano, além de combater as imposições postas pela classe dominante. A situação educacional do país encontra-se em precariedade: há falta de bibliotecas e livrarias, professores desmotivados e péssima estrutura física no setor. Condições como estas, dificultam o progresso de uma nação, uma vez que é através da leitura que a humanidade atinge o desenvolvimento do país.

Dessa forma, é necessário facilitar o contato com os livros. Deve-se investir mais em projetos de estímulo à  leitura, equipe pedagógica, criação de bibliotecas, bem como campanhas que possam conscientizar a sociedade subsidiando ações de incentivo à leitura. Tais atitudes proporcionarão ao país o resgate da cidadania e, consequentemente, a evolução da sociedade.

— Tamires Jacinto

1 comentários:

Winderson Marques Machado disse...

Estive por aqui para conhecer seu blog. Gostei muito do conteúdo. Parabéns pelos posts, de ótima qualidade

Postar um comentário